13/09/10

Vitamina B na cura do Alzheimer

Noticias
Comentários




Altas doses de vitamina B podem reduzir pela metade a contração do cérebro em pessoas mais velhas que experimentam alguns sinais da doença de Alzheimer.

Alguns pesquisadores dizem que esse pode ser o primeiro passo para encontrar uma maneira de retardar o aparecimento da doença de Alzheimer. Os pesquisadores afirmam que essas descobertas são importantes, mas é necessário investigar mais a fundo.

O estudo, publicado na revista Public Library of Science One, examinou 168 adultos mais velhos experimentam algum nível de deterioração mental conhecida como transtorno cognitivo leve.

O Alzheimer caracteriza-se por lapsos de memória leve e problemas de linguagem, ele está além do que poderia ser explicado como o envelhecimento normal.

Metade dos voluntários recebeu um comprimido por dia contendo vitaminas B, como ácido fólico, B6 e B12, bem acima da quantidade diária recomendada. A outra metade recebeu um placebo.

Depois de dois anos, a taxa que seus cérebros tinham reduzido de medida era menor.

O cérebro está encolhendo a uma taxa média de 0,5% ao ano após 60 anos de idade. Os cérebros de pessoas com prejuízo cognitivo suave encolhe duas vezes mais rápido. Em pacientes que sofrem de Alzheimer encolhimento do cérebro é de 2,5% ao ano.

A equipe de cientistas de Oxford investigando a Memória e o Envelhecimento, constatou que, com ajuda dos suplementos vitamínicos, o encolhimento do cérebro diminuiu 30%.

Em alguns casos, a redução foi em mais de 50%, seu atrofiamento cerebral não foi pior do que aqueles sem comprometimento cognitivo.

Fonte: BBC

Leia Também

Compartilhe

nenhum comentário
    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!
Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS