07/10/09

Telefônica quer comprar a GVT

Noticias
Comentários




A Telesp, subsidiária do Grupo Telefônica no Brasil, fará oferta pública para comprar  até 100% das ações da GVT, operadora que atende o mercado de telefonia fixa e banda larga nas regiões Sul, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste do país.

A oferta é de 48 reais por ação, totalizando 6,5 bilhões de reais, caso a transação seja realizada sobre 100% das ações. A operação, no entanto, está condicionada a, no mínimo, 51% das ações da GVT. A aprovação pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e dispensa da aplicação de alguns mecanismos impeditivos no estatuto da GVT também são condições para a concretização do negócio.

A intenção foi manifestada nesta quarta-feira (7/10) por meio de comunicado enviado à  Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e à BM&F/Bovespa. O objetivo da Telefônica com a operação é ampliar sua presença fora do Estado de São Paulo, permitindo aumento de sua base de usuários.

Na ocasião, a GVT declarou que a oferta da Vivendi estaria condicionadas às seguintes condições, que deveriam ser completadas até 16 de outubro:  diligência legal confirmatória e aprovação da oferta pelos conselhos da Vivendi. Além disso, o negócio dependeria da aprovação da diretoria e dos acionistas da GVT e dos órgãos responsáveis por regulamentar a competição no Brasil, como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

E, segundo matéria do ComputerWorld, esta compra pode aumentar a competitividade entre as empresas de telecomunicações no Brasil.

Leia Também

Compartilhe

4 comentários
  1. 1 Mouraem 8/10/2009 às 14:58

    Pois bem, se a CVM, Cade e os demais órgãos responsáveis por transação deste porte aprovar esta compra, ai, ai, ai…. o bicho vai pegar ainda mais pros “coitados” consumidores, pois a verdade é sempre esta o pepino só cai na nossa mão.
    Ontem e hoje por exemplo está terrível navegar na internet, isto porque esta famosa e Toda-Poderosa empresa que detém 97% dos serviços de BL no estado de SP diz estar em ação, só se for ação contra as muitas multas que ela deveria pagar e não vai, afinal nós vivemos num país maravilhoso, mas que infelizmente em alguns aspectos deixa a desejar.
    Para os grandes, impunidade e impunidade é a palavra de “órdem”.
    A GVT é uma excelente empresa, eu sinceramente estou torcendo para a não fusão.
    Alguém aí disse que pode melhorar a competitividade, onde e como? Se só uma empresa operar no país, vai ter competitividade como, nunca vi isto.
    Este é o meu desabafo, Pronto e ponto.

    Saúde, paz e sucesso!
    Abraço,
    Moura
    http://www.blogomoura.com

  2. 2 Alan Niemiesem 8/10/2009 às 22:30

    @Moura, agora é esperar pra ver, né?
    Sobre a competitividade, ela pode aumentar porque fortalecerá o mercado de telecomunicações: as outras empresas se sentirão “ameaçadas”. E tudo se desenvolverá melhor. Agora, só o tempo ditará se isto irá melhorar a qualidade dos serviços.

    Abraços, e obrigado pelo comentário!

  3. 3 Thiago Pimentaem 9/10/2009 às 06:13

    Alan, não é assim não. Ela já detem o monopolio do estado, não há quem consiga competir com ela, quando de trata de tecnologia ADSL via linha telefonica. Talvez o maximo que consigam, é avançar com as redes via cabo de TV ou internet sem fio como o WiMax ou o 4G (yes, existe).

    As coisas estão como estão justamente porque não há competitividade, a GVT é a unica que concorre e pode ser comprada…

    Unica forma de resolver isso, é baixar uma lei que obriga a telefonica a ceder toda a sua rede de cabos para outras empresas as utilizarem, ai sim. E isso é possivel pois antes as redes eram da União. Se eles chiarem, mandem de volta para a Europa, poruqe se fizerem um peblicito para decidir o futuro, ela nunca mais volta aqui.

    (me sinto meio que perseguido, sempre q vou falar mau dela, minha internet cai…)

  4. 4 Cilem 24/10/2009 às 12:07

    Mais uma vergonha nesse país! A BrT ter sido comprada pela Oi não faz muito diferença, porque ambas tinham serviço péssimo! Mas a GV… putz! Logo agora que é a única empresa que vem atuar aqui no Nordeste oferecendo qualidade e preço justo, me vem essa agora! Aqui, vamos deixar de ser clientes do Velhox/Oi para sermos clientes Lerdox/Telecômica! Ninguém merece viu! Quanto a Omputer World, com certeza aumenta a concorrência… entre as empresas para ver quem rouba mais o consumidor!

Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS