09/08/10

Presidente-executivo da HP é acusado de assédio e sai deixando empresa em apuros

Noticias
Comentários




Vários sites de notícias publicaram hoje artigos sobre o escândalo envolvendo Mark Hurd, presidente-executivo da HP, Hewlett-Packard, desde 2005. O CEO da empresa foi acusado de assédio sexual e renunciou o seu cargo no dia de hoje.

Mark Hurd é conhecido por seu excepcional desempenho dentro da empresa, pois implementou eficientemente uma política de corte de gastos que fizeram as ações da companhia dobrarem de valor desde que assumiu seu cargo.

Porém, por conta do grande problema, a HP está fechando o momento com queda de aproximadamente 8% em suas ações, fechando em 42,60 dólares. Segundo analistas, isso é preço de barganha e quem estiver interessado em investir no mercado tem aí uma oportunidade praticamente certeira, visto que a HP tem uma rota de lançamentos de produtos interessante para os próximos meses. O único medo está relacionado a problemas futuros que possam aparecer com a sucessão de Hurd na empresa.

A empresa é a maior fabricante de computadores de todo o mundo e, segundo investigações que foram abertas sexta-feira passada, Mark Hurd teria falsificado relatórios de despesas para esconder um caso com um funcionária da empresa.

Enquanto a HP busca um novo presidente (que tal se candidatar ao cargo? :O), a vice-presidente executiva da empresa, Cathie Lesjack, está ocupando o cargo de Hurd.

Fonte: UOL

Leia Também

Compartilhe

nenhum comentário
    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!
Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS