13/07/11

PNBL, o que esperar desse projeto

Artigos, Noticias
Comentários




O PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) criado inicialmente para oferecer internet “banda larga” por um valor mais em conta virou uma grande polemica entre os internautas, A grande questão é referente ao que o governo chama de Banda Larga, no projeto de lei proposto as operadoras deveriam disponibilizar um plano com no mínimo 1MB vendido ao um valor inicialmente proposto de R$ 29,90.

Após muito falatório por parte do governo que em 2011 resolveu acelerar as coisas reativando a extinta Telebrás para ser à base do plano de internet e devido os planos para a Copa do Mundo melhorar a infra estrutura de internet no Brasil, hoje ainda se fala em banda larga de 1MB só que agora com o valor de R$ 35 por mês.

Recentemente a operadora NET que também vende serviços de banda larga por meio do serviço Virtua divulgou que não pretende aderir ao PNBL alegando que seus planos já são iguais ou até superiores aos do serviço básico como pretendido pelo governo, empresas como a Telefônica, Sercomtel, Algar, Oi, Vivo e mais recentemente a TIM estão inclusas e aprovadas no projeto do governo, porém vale ressaltar que o acordo total para o andamento do projeto PNBL só foi confirmado semanas atrás após o governo ceder em alguns pontos para as operadoras participantes.

O governo cedeu as pressões das empresas que só fecharam o acordo após a mudança de uma regra que determinava que o serviço entrega-se no mínimo 100% da velocidade contratada no plano, porém essa regra não foi aceita pelas operadoras, que se comprometeram a firmar contrato cumprindo no mínimo 40% da velocidade.

A parte ruim é que cada operadora tem sua infra estrutura não havendo um padrão, a Telefônica ainda usa ADSL, a NET que usa conexão via cabo coaxial o mesmo usado para entregar o sinal da TV, outras operadoras como Vivo e TIM deveram oferecer o plano via rede móvel onde o usuário deverá adquirir um modem e com certeza pagar por ele.

Também se discute quanto às limitações propostas pelas operadoras que conforme divulgado quem aderir a um plano da PNBL terá um limite de download de 300MB após isso poderá comprar pacote de dados adicionais ou reduzir a sua velocidade de conexão.

Na minha opinião: 

 Na minha opinião

O PNBL é apenas para tapar o buraco deixado pela má impressão do Brasil lá fora quando o assunto é Internet e infra estrutura, só falta o governo agora criar o bolsa internet.

Infelizmente o governo já havia tentado anos atrás tornar o computador pessoal mais acessível às classes C e D subsidiando em parte o valor dos equipamentos, porém alguém hoje tem algum desses PC’s do programa “Computador para Todos” que custava em média R$ 800 reais?.

O PNBL apenas usará a Telebrás apenas para chegar aonde às operadoras não chegam, mas as regras serão ditas por elas, o governo autorizou as operadoras a oferecem pacotes junto com o plano de R$35 reais, ou seja, não ira mudar muita coisa, quem aderir a esse modelo de banda larga popular será apenas mais um número para o governo que diz que a velocidade de 1MB é superior a maioria das conexões usadas hoje no Brasil inteiro.

Resumindo esse plano será apenas para se ter acesso a internet e não para usa-lá.

 

.

 

Leia Também

Compartilhe

1 comentário
  1. 1 deividiem 27/8/2011 às 03:59

    Sou do tipo q só consegue acessar a net de madruga (note a hora). Todo mundo me procura pra resolver seus problemas, criar blogs, sites, etc. Mas eu nao posso te o meu pq tenho q me arrastar com a lastimavel tim-tartaruga (média 3k). E o partido politico PNBL é como tal… uma BAITA ENGANAÇÃØ!!!!!

Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS