20/11/08

Como ligar um PC a um Home Theater

Noticias
Comentários

Primeiramente, gostaria de adiantar que não sou nenhum expert no assunto. Muito pelo contrário, tive que quebrar muito a cabeça e perder dias pesquisando informações para consegui montar corretamente (ou quase corretamente) meu sistema.

Notei que não existe um único tópico ou site que explicasse o necessário para a pessoa montar corretamente seu home theater ligando-o a um PC. Todas as informações estavam completamente espalhadas em sites de fabricantes, revistas de Home Theaters, fóruns e até no Newegg. Então escrever um tópico.

O motivo do tópico em si é relatar os problemas que passei durante a instalação e esclarecer um pouco as dúvidas do pessoal que pretende seguir esse caminho. Confesso que não tinha a menor idéia do quão complicado isso seria. A princípio, eu pensava que bastava ligar a saída óptica da minha Asus Maximus Formula em um Home Theater e pronto, sairia o som perfeitamente.

Estava redondamente enganado. Vou contar um pouco da minha saga aqui. Obviamente não deverá tirar todas as suas dúvidas, mas ajudará a entender melhor na hora de montar o seu sistema.


- Introdução:

Recentemente, eu decidi adquirir caixas acústicas melhores para a minha máquina, meu conjunto 5.1 Creative SBS-560 não estava mais me satisfazendo.

Comecei a dar uma pesquisada no preço de caixas acústicas feitas para PC. As que mais me interessaram foram a Logitech G51 e a famosíssima Logitech Z-5500.

Mas uma coisa me chamou atenção em fóruns internacionais. Por que gastar $300 (ou R$1.800,00 aqui no Brasil) em um conjunto de “caixinhas” para PC ao invés de comprar um bom, grande e forte Home Theater?

Pelo preço do conjunto Z-5500, você pode comprar um conjunto Pioneer de qualidade e potência infinitamente superior. Apesar de ser grande admirador da Logitech e já ter sonhado com esse conjunto de caixas, não via a menor razão (e ainda não vejo) para comprar uma Z-5500 ao invés de um bom HT convencional (que pode custar 1/2 do preço).

Portanto, estava decidido, iria comprar um home theater normal (não aqueles home theaters in a Box) e ligaria no meu PC, bastava decidir qual seria o felizardo.

Sai pesquisando nas lojas a procura de um Home Theater da Pioneer ou Sony (melhores marcas que posso achar com relativa facilidade em Recife). Como não precisava de um home theater in a box, pois não precisaria de um DVD player (usaria o do próprio PC), fui a procura dos HT’s com melhor qualidade sonora, receivers mesmo.

Acabei comprando o Sony HT-S1100 de 700W RMS, não necessariamente por suas características (apesar de serem fantásticas), mas pelo preço de R$999,00 (preço da Submarino, Americanas e Sony Style). Acabei achando aqui em Recife em promoção por R$499,00, no caso R$527.00 com quatro anos de garantia.

Confesso que esse não era o home theater que eu tinha em mente, mas por esse preço não havia o que discutir. Foi uma grata surpresa, não poderia ter feito compra melhor.

Então vamos começar as explicações e relatos. Gostaria que esse tutorial fosse mais direto, mas infelizmente antes de simplesmente dizer como fazer, eu prefiro explicar o pouco que eu sei para que vocês possam entender, ao invés de simplesmente copiar.

- Sinal digital vs. Sinal analógico:

Bem, eu já tinha o home, mas como só poderia instalar no final de semana, resolvi procurar relatos e tutoriais na internet e me preparar para os diversos problemas que eu iria encontrar na montagem.

E um deles foi exatamente essa diferença entre sinal digital e sinal analógico.

Conforme já disse, eu não sou nenhum especialista, portanto não sei os termos técnicos então vou explicar do jeito que entendi.

Para que um sistema de som funcione com múltiplos canais, é necessário que você ligue na entrada analógica uma série de cabos, três para um sistema 5.1 e quatro para um sistema 7.1, isolando assim cada canal individualmente.

Já a saída digital é capaz de transportar todos os canais por um único cabo digital. Antes que perguntem, existe, sim, certa perda de qualidade ao transportar o áudio através de um cabo digital, porém é imperceptível para nossos ouvidos.

O problema é que apenas os receivers mais antigos ou mais profissionais possuem entrada de áudio analógica. Hoje, a grande maioria está substituindo por entradas digitais.

- Cabos e Conectores:

Existem vários cabos para transportar áudio (principalmente na linha profissional). Eu não ousaria ir tão longe assim, portanto falarei apenas dos cabos mais comuns relacionados à HT’s e PC.

- Analógicos:

- Cabo P2: É, de longe, o cabo mais conhecido e usado no computador e presente em caixas de som para o mesmo.

- Cabo RCA: É o cabo padrão de entrada analógica dos receivers.

Conversor P2/RCA:

- Digitais:

- Cabo Coaxial Digital: Presente na maioria das placas de som onboard que possuem saída digital. É um cabo resistente, porém não é feito para grandes distâncias, não recomendado para distâncias além de 30m, mas quem faz isso?

Cabo digital coaxial:

- Cabo Óptico ou S/PDIF: Cabo digital feito com fibra óptica. Portanto, sofre menos dissipação de sinal e pode ser usado em distâncias quilométricas. Por ser feito de fibra óptica, é bem frágil comparado com o Coaxial, não se deve torcer, amassar ou amarrar. Também é conhecido como TOSLINK devido ao nome do seu conector.

Cabo digital óptico:

- Placa de som onboard vs off board:

- Placa de som onboard vs. off board:

Essa é a principal parte do tutorial. Sem sombra de dúvidas, a que apresentará mais problemas para o usuário.

Existe uma discussão infinita sobre o real custo/benefício de adquirir uma solução de áudio independente do PC, ao invés de usar as integradas.

É verdade que o som onboard melhorou muito nos últimos anos sendo capaz de cumprir muito bem as atividades básicas de qualquer usuário, é até difícil encontrar uma única placa de som que não apresente suporte a sistemas 5.1.

Hoje em dia não é difícil encontrar placas de som onboard que possuam saída digital. Algumas, como a Asus Maximus Formula, apresentam tanto saída coaxial digital quanto óptica, porém a forma que as placas de som onboard trabalham com o sinal digital ainda está anos-luz atrás das soluções off-board.

Assim como acontece com o áudio analógico, a placa de som precisa apresentar suporte a multicanais digitais; se não, tudo que ela fará será enviar o sinal Stereo (2.0). E, ao contrário do áudio analógico, o tipo do sinal faz muita diferença. Escutar uma música em um home ligado com um cabo digital é completamente diferente de assistir um filme ou jogar um game. Cada aplicação dessas age de forma completamente diferente, vamos saber mais abaixo.

Para que a placa de som (seja ela onboard ou off board) seja capaz de enviar sinais de múltiplos canais para seu receiver, é necessário que ela apresente a tecnologia Dolby Digital ou DTS.

Caso sua placa não tenha isso, existe uma solução parcial para esse problema: é o famoso “passthrough”. Veremos como fazer um mais à frente.

- Dolby Digital e DTS:

De forma bem resumida e simplificada (até mesmo por que é tudo que sei Laughing), Dolby Digital e DTS são as tecnologias usadas para distribuir sinal de áudio digital em várias caixas de som.

Em outras palavras, fazer com que o áudio transportado pelos cabos coaxial digital, digital óptico ou HDMI toque em todas as caixas.

Apesar de diferentes, ambas as empresas trabalham da mesma forma, pegam o codec AC-3 e codifica e envia para que apresente suporte a sistemas 5.1, 6.1 e 7.1.

Vale salientar que o codec AC-3 é apenas usado em filmes. Portanto, nem o Dolby Digital e nem o DTS serão capazes de fazer uma MP3 ou um jogo trabalhar em nada além de stereo (2.0).

- Dolby Digital Pro Logic e DTS Neo 6:

Conforme falei, apenas a tecnologia Dolby Digital e DTS são úteis apenas em sinais encodados em AC-3. Resumindo, só servem para filmes.

Para fazer com que você seja capaz de escutar seu CD ou MP3 favorito tocando em todas as caixas, você precisará utilizar o DD Pro Logic (ou Pro Logic II) ou o DTS Neo:6.

Essas tecnologias são capazes de “simular” um efeito 5.1 e 7.1 (apenas o DD Pro Logic) em sinais previamente gravados em stereo (2.0), como músicas.

Obviamente nem tudo é mágica. Existe uma perca de qualidade considerável ao fazer isso, tanto que os mais fanáticos por som preferem manter em stereo ou comprar CD’s gravados exclusivamente em 5.1. Ou simplesmente comprar DVD’s.

Apenas uma observação: apesar de ainda ser extremamente comum aqui no Brasil, a tecnologia DD Pro Logic e DD Pro Logic II foi substituída pela DD EX e DD Surround EX. E o DTS Neo:6 foi substituído pelo DTS-ES.

- Dolby Digital Live e DTS Interactive:

Certo, já falamos sobre música e filmes, mas quanto a games? Essas são as tecnologias mais importantes para games.

Enquanto eu estava pesquisando sobre como ligar corretamente um PC a um home, notei que 90% das dúvidas se resumiam a pessoas que só conseguiam fazer com que seus games funcionassem em stereo.

Independente do qual profissional e caro seu home theater seja, ele não reproduzirá nenhum game em 5.1.

Isso se deve ao fato do som do game ser dinâmico. Ele não foi previamente gravado ou “encodado” em um determinado formado, é gerado na hora. É por isso que você nunca encontrará essas tecnologias em um home theater, pois estão presentes apenas em placas de som de computadores, cabendo às placas “encodarem” esses sinais dinâmicos e enviarem para as caixas (nesse caso o home theater).

Se sua placa de som não tiver essa tecnologia, a única forma de conseguir um 5.1 em um game é através da saída analógica. Caso seu home theater não tenha entrada analógica, sinto lhe dizer, mas você ficará apenas com o stereo.

E é exatamente aqui que a distância entre placas de som onboard e off-board aumentam consideravelmente. Já que é incrivelmente raro encontrar placas de som onboard que possuem essa tecnologia, é incomum encontrar até em placas de som off-board!

Foi exatamente esse o motivo da Creative ficar tão zangada com nosso compatriota Daniel Kawakami. Todas as placas de som da linha X-Fi possuem a tecnologia Dolby Digital Line, porém a Creative em sua imensa sabedoria resolveu desabilitar essa função em todoas as placas X-Fi, com exceção dos modelos mais caros. Mas graças aos drivers de Daniel Kawakami, essas funções podem ser utilizadas até nas mais baratas das X-FI.

Existem algumas placas de som onboard que possuem DD Live como as maravilhosas SoundStorm nForce 2(usadas no Xbox) e os codecs ALC882D, ALC888DD e ALC888H. da Realtek.

A maioria das placas off-board das empresas Turtle Beach, HT OMEGA SYSTEM, Auzentech, Asus, Razer, ou placas com o chipset da C-Media, possue essa tecnologia.

Tanto o Xbox 360 quanto o Playstation 3 utilizam soluções com suporte a DTS Interactive.

- Passthrough:

Existe uma forma de enviar um determinado sinal de áudio digital direto para o receiver, sem que ele sofra qualquer modificação pela placa de som. Essa forma é chamada de “passthrough” e é extremamente útil para fazer com que filmes que só tocam em stereo ganhem Dolby Digital e DTS, mesmo que sua placa de som não tenha essa tecnologia.

Contanto que o seu home theater possua a tecnologia DTS ou Dolby Digital e esteja ligado através de um cabo digital, você pode utilizar esse recurso.

Como sua placa de som não interferirá em nada, essa configuração deverá ser feita no software de reprodução em si. Para isso, você precisa do codec AC-3 presente em pacotes de codec como o K-Lite ou podem ser baixado diretamente aqui.

Gostaria de agradecer ao usuário Célio por ter me permitido usar o tutorial que ele criou em outro fórum. Com certeza me poupou MUITO tempo. Valeu amigo!

Célio escreveu:
1. Coloque a chavinha que se encontra ao lado da saída USB na posição ‘Digital only’ (na outra posição não irá funcionar)

2. Vá em Painel de Controle -> Som e defina a interface SPDIF como padrão p/ reprodução:

3. Clique no botão ‘Propriedades’, vá na aba ‘Formatos Aceitos’ e selecione as opções de acordo com a figura abaixo. Aproveite para testar se as opções selecionadas funcionam (p.ex. selecione o DTS Audio e clique em ‘Testar’, o receiver deve reproduzir o som de teste)

4. Caso o teste não tenha funcionado, instale o driver mais recente da sound blaster (o driver instalado por default pelo Windows (pelo menos no Vista) não habilita o DTS e o AC3) e repita os passos 2 e 3.

5. No AC3Filter Config, aba Main, selecione output format ‘AS IS’ e ‘Use SPDIF’:

6. Na aba SPDIF, selecione o passthrough p/ DTS e AC3:

7. No MPC, vá em Options e adicione o AC3Filter como filtro externo:

8. E desabilite os filtros internos p/ DTS e AC3:

É isso, depois desses passos deve funcionar.

Espero ter ajudado.

- Ligando o Home Theater ao PC:

Já que agora nós temos alguma noção de cabos, conectores e sinais, vamos pôr a mão na massa e ligar o seu home theater no PC.

O primeiro passo é saber quais saídas sua placa mãe e quais entradas seu home theater possuem. O que posso adiantar é que a forma mais fácil de fazer isso é ligar ambos com cabos analógicos, pois assim você não se preocupará com Dolby Digital, DTS, DD Live, nada disso, basta conectar e pronto.

Como meu receiver não tem entrada analógica, tive que usar a digital. Optei pela óptica digital somente por que já tinha um cabo bom.

A minha placa de som onboard SupremeFX II da Asus Maximus Formula possui saída digital, porém como a grande e esmagadora maioria não possui DD Live ou DTS Interactive, então nada de games com ele.

Tive então que comprar uma placa de som. A princípio queria uma placa básica. Havia optado pela Turtle Beach, porém soube que o suporte para Vista x64 era sofrível, então recorri a Azuntech. Infelizmente, a Azuntech Xplosion (modelo que me interessava) estava em falta em todas as lojas. Creative? Não, obrigado, nunca mais. Fui atrás da Asus. Infelizmente, todos os modelos que encontrei no Brasil estavam absurdamente caros.
Acabei comprando na Smartdata a Razer Barracuda AC-1 e não me arrependo, é uma ótima placa e possui o premiadíssimo C-Media Oxygen HD CMI8788, suporte a Vista x64 e saída óptica digital.

O próximo passo é bem simples, basta conectar o cabo na placa de som e no receiver e ativar as configurações no software da placa.

Conexões do receiver:

Clique aqui para ampliar.

Conexões da Razer Barracuda AC-1:

No meu caso basta colocar a Razer em Dolby Digital Live e alterar para Speakers no Painel de Controle > Som. Isso vai variar de placa pra placa.

- Conclusão:

Bem, como eu já disse, não sou nenhum especialista, apenas tive que ralar um bocado pra colocar meu home theater pra funcionar corretamente. Espero que esse breve tutorial tenha ajudado quem pretende ingressar nesse mundo.

Caso você tenha alguma dúvida, queira fazer alguma explicação melhor ou me corrigir, por favor sinta-se à vontade.

De qualquer forma, vou tentar ficar mantendo esse tópico sempre atualizado à medida que eu for descobrindo mais a respeito.

Por Hugo Queiroz em Forumpcs.

Leia Também

Compartilhe

21 comentários
  1. 1 Seu Sagazem 22/11/2008 às 09:19

    Velho …

    Tutorial Exelenter..

    Parabens

  2. 2 enthronedem 21/12/2008 às 13:58

    Muito o bom o tutorial!!! Tinha todas estas mesmas dúvidas.

    Só uma pergunta, percebi que tanto o receiver quanto a placa de som possuem HDMI. Se vc usasse HDMI ao invés do óptico digital, o resultado seria o mesmo?

  3. 3 Cristianem 13/1/2009 às 18:38

    Ae cara maneiro , valeu pela iniciativa geralmente resolvemos um problema e não passamos aos outros a solução , e vc ajudou legal, valeu

  4. 4 Nessaem 21/1/2009 às 16:29

    Olá!
    Tenho tbm sérios problemas com meu HT.
    Tenho as três saídas (rosa, verde e azul), como instalar os três cabos analógicos no pc? Nem no dvd estou conseguindo! O que sei é que minha placa aceita 5.1, podem me ajudar?

  5. 5 brunoem 19/2/2009 às 21:55

    eu nao entendi apartir

    da regra 7

  6. 6 Luiz Soaresem 22/2/2009 às 23:36

    Ola amigo! Nao sou de ficar fazendo comentario, mas eu queria parabeniza-lo pelo otimo site que voce tem! Continue com esse otimo trabalho!

  7. 7 Hugo Queirozem 23/4/2009 às 08:16

    Sim enthroned, o resultado será o mesmo. Optei por usar o TOSLINK por ser mais comum, mas pode usar o HDMI.

    Nessa, primeiro você tem que saber se seu home theater possui entrada analógica, pelo que pude notar acho que não.

    Para as demais dúvidas sugiro que visitem o tópico oficial, já que muitas das perguntas levantadas aqui já foram respondidas.

    Link original:

  8. 8 Thiago Pimentelem 22/6/2009 às 22:10

    Primeiramente parabéns pelo mais que excelente trabalho. Belíssima iniciativa.

    Tenho uma pergunta ignorante, como faço pra saber se minha placa de mãe (asus mas antiga) aceita o 5.1?

    Obrigado.

  9. 9 Thiago Pimentelem 22/6/2009 às 22:11

    Descule….não quis dizer “placa mãe” e sim de SOM!

  10. 10 Hugo Queirozem 25/6/2009 às 08:50

    Informe o modelo dela, Thiago.

  11. 11 Rodrigo Bem 19/7/2009 às 18:03

    Excelente artigo, vai me ajudar muito

    Será que você poderia dizer onde encontrou esse home aqui em recife?

  12. 12 Hugo Queirozem 19/7/2009 às 18:23

    Rodrigo, encontrei na loja Eletroshopping. Como saiu de linha ele pode ser encontrado por cerca de R$450,00, apesar de valer cerca de R$1.500,00.

    Está extremamente difícil de ser encontrado, mas vale a pena a busca, está por um ótimo preço.

  13. 13 Danielem 19/10/2009 às 21:46

    Olá, estava pensando em adquirir o Home Theater LG HT304SL, me parece so ter entrada analógica, minha placa mãe e uma Asus WiFi-AP Edition. Gostaria de saber se é possivel abilitar o modo 5.1 e se é possivel abilitar o modo estereo porem saindo som em todas as caixas? Desde ja agradeço!

  14. 14 Werlessonem 6/11/2009 às 12:02

    Cara parabéns belo tuto, ficou perfeito
    Mais ainda tenho dúvidas de como ligar um HT da Philips em uma placa de som sound blaster 5.1

  15. 15 joedioem 15/4/2010 às 23:59

    toda placa com saida ótica funciona em 5.1? estou de olho na interface da berhinger uca202

  16. 16 NUnoem 4/5/2010 às 03:36

    Olá colega, parabens pelo tutorial.

    Eu gostaria de saber se o passtrhoug tambem tera efeito para games.

    Outra coisa, se eu habilitar meu pc com 5.1 (dolby digital) em um home theater, esse efeito tb servira para jogar games de emulador?

    Um abraço

    ps> favor enviar a resposta por email nunopm@gmail.com

  17. 17 Mazotiem 17/7/2010 às 21:26

    Cara otimo tutorial mas me tira uma duvida ,e pra quem quer fazer com uma placa onboard como eh q faz??

  18. 18 Marcoem 3/3/2011 às 15:07

    Tenho o home Theater

    http://www.bondfaro.com.br/preco–home-theater–cce-hm-3100.html

    da cce hm 3100

    Dá pra ligar no pc?

  19. 19 edgaralmeida santosem 15/5/2011 às 15:33

    legal gostei de suas explicaçao valeu cara tiru muitas duvidas minha

  20. 20 joao williamem 12/11/2013 às 19:18

    ola, não consigo adapta meu pc no home

  21. 21 Fabianaem 18/12/2013 às 21:21

    Eu nao entendir o 7 em diante :/

Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS