03/12/12

Os games nas redes sociais

Games
Comentários


Quem é amante de tecnologia e games sabe como é importante saber das novidades sobre os jogos que mais estão bombando por aí. São muitas opções de games para diversão e entretenimento surgindo frequentemente. Nas redes sociais então a moda de joguinhos pegou pra valer!

Há algum tempo, os jogos começaram a atrair o público nas redes sociais, propondo um novo conceito de games online. E não é só no computador que os jogadores utilizam, os dispositivos móveis também são muito acessados para essa função, como os smartphones e tablets, para que os usuários se divirtam quando quiserem em qualquer lugar.

Mark Zuckerberg explicou como a plataforma é forte no segmento, revelando que mais de 235 milhões de pessoas jogam no Facebook mensalmente. Todo mundo deve se lembrar como era grande a quantidade de usuários que passavam horas do dia cuidando da fazendinha virtual no Farmville, como um vício no início do Facebook.

De acordo com Zuckerberg, várias empresas investem na plataforma criando e disponibilizando muitos jogos novos para o Facebook. Os games estão cada vez mais completos e elaborados, conquistando milhares de fãs e ficando super populares, como é o caso do Angry Birds, de enorme sucesso.

Empresas brasileiras também estão apostando nos joguinhos e se esforçam para tentar cair no gosto do público. Um exemplo foi o game social Chico Bento no Facebook. Quando foi disponibilizado, em menos de 30 dias após seu lançamento, mais de 100 mil pessoas já tinham experimentado a novidade.

Desenvolvido em um estúdio em São Paulo, o game do Chico Bento é diferente de um jogo para console tradicional que, antes de ser lançado, é 100% finalizado por seus criadores. No game online, o processo de desenvolvimento é contínuo.

Um grande desafio para os desenvolvedores é criar um game social que seja bem democrático. O objetivo é agradar o maior número de pessoas possível, sejam crianças, jovens ou adultos. E no Facebook, a ideia é a mesma: tentar conquistar todas as faixas etárias. A diferença é que nas redes sociais os jogos têm sessões mais curtas e são mais casuais.

Apesar de fazerem sucesso entre muitos usuários, há também aquelas pessoas que só utilizam as redes sociais para contato com seus amigos e odeiam receber convites de joguinhos o tempo todo. Mas há público de todas as preferências. Para você que curte todo tipo de jogo, boa diversão!

Leia Também

Compartilhe

nenhum comentário
    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!
Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS