30/06/11

Mais de 5 mil pessoas reunem-se em um abaixo-assinado contra novo software da Apple

Dicas, Noticias
Comentários




finalcutprox01.jpg

Ganhou uma forma organizada a recepção negativa do Final Cut Pro X, que seria uma nova versão do software profissional para edição de vídeos da Apple”. Foi disponibilizado na Internet um abaixo-assinado com o nome de “Final Cut Pro X não é um aplicativo profissional”, que pede apenas a volta da versão anterior.

O abaixo-assinado foi feito por Andrew Landini, um usuário antigo do Final Cut, o rapaz disse que em apenas quatro dias de divulgação o documento obteve mais de 5,4 mil assinaturas. Em entrevista à CNET, Landini conta que sofreu represálias por ter iniciado o movimento. Segundo ele, a Apple baniu sua conta no fórum de usuários de produtos da empresa e fechou a área que trazia comentários sobre o assunto criada por ele.

Lançado na semana passada por 300 dólares, o Final Cut Pro X  recebeu vários reviews negativos deixando muitos “profissionais” chateados pois dizem que alguns recursos importantes foram retirados e o programa virou praticamente algo de uso doméstico, a edição mais recente do software de edição de vídeo da “maçã” virou até motivo de piada no programa do apresentador norte-americano Conan O´Brien, que produziu um vídeo engraçado para mostrar como os editores do seu talk show ironicamente gostaram da nova versão.

Entre as soluções apontadas no abaixo-assinado estão “ressuscitar” a interface e funcionalidades do Final Cut Pro 7 e classificar o Final Cut Pro X como um produto para o consumidor doméstico, que passaria a ser parte da família iMovie. A  Apple prometeu mudanças no software e divulgou um FAQ para tentar esclarecer pontos que os consumidores tem dúvida.

Leia Também

Compartilhe

nenhum comentário
    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!
Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS