04/06/11

Aparelho grátis não existe, diz a empresa Oi

Artigos, Curiosidades, Noticias
Comentários




Aparelho gratis nao existe, diz a empresa oi

Com certeza você já viu em algum lugar alguma propagando ou algum cartaz dizendo “Aparelho Grátis na compra de tal plano”, na verdade isso não acontece… O que acontece é que dentro do preço de tal plano você acaba pagando pelo aparelho, ou seja, você compra o aparelho indiretamente!

A Oi tomou uma posição em relação à isso e como sempre inovando veio a público nos dizer o que realmente acontece, também não deixando de nos mostrar o novo modelo de ofertas para os planos pós-pagos, afirmando que é possível oferecer preços justos para os clientes ao invés de mentir e falar que tais são de graça.

Para apresentar  o novo posicionamento e a nova oferta,  a NBS criou  três filmes “Grátis”, “Simulação” e “Cartaz”, que fortalecem a estratégia de transparência da companhia. A proposta da Oi é mostrar que nenhum aparelho é de graça, mas que é possível pagar um preço justo pelos melhores equipamentos e serviços móveis, sem “pegadinhas”.

A Oi está se apresentando como a melhor alternativa para os consumidores do segmento pós-pago, lançando planos a partir de R$48,00, que incluem 10.000 minutos mensais para falar em ligações locais com qualquer Oi ou fixo, após o fim da franquia, além de 200MB de internet para o smartphone “pra toda vida Oi”. A Oi é com certeza a opção mais vantajosa para um plano pós-pago, mesmo com o preço do aparelho somado à oferta

Bom, vamos conhecer estes três filmes:

“Grátis”

O filme “Grátis” inicia em uma loja de aparelhos com um vendedor mostrando um smartphone, afirmando que ele é “grátis” e enfatizando bem a palavra para conseguir a venda. Em seguida, o cliente começa a repetir o que acabou de ouvir, como se estivesse hipnotizado. A voz do locutor entra em cena desmascarando a oferta, dizendo que muitas pessoas são seduzidas pelo falso “aparelho grátis”. De repente, como se ouvisse o locutor, o cliente cai em si e diz:  “Mas, pera aí, esse plano é tão caro… Acho que vocês estão dividindo o valor do aparelho e colocando na conta… Depois eu fico preso um ano pagando por isso…”. Na seqüência, o vendedor aperta um botão no balcão e um painel luminoso aparece com a expressão “aparelho grátis”. O cliente volta a ficar hipnotizado, agora também com as vozes de um coral cantando “aparelho grátis”. No final, ele assina o contrato sem prestar atenção enquanto repete a palavra grátis.

“Cartaz”

Apresentando a nova oferta da Oi, o filme “Cartaz”, no ar a partir de hoje, começa com vendedores de uma loja fixando na vitrine um enorme adesivo  que diz “aparelho grátis”. Em seguida, um apresentador aparece em frente à loja e fala: Não se engane. Aparelho grátis não existe. Ele atravessa a rua e vai para uma loja Oi. Lá ele explica as vantagens do plano Oi à Vontade 110 com o exemplo da oferta do aparelho Sony Ericsson X8, que fica em apenas R$ 110,00 por mês.  Ele mostra que depois de pagar o aparelho, o cliente volta a pagar o plano de apenas R$74,00 por mês.

De novo na calçada da concorrência, o apresentador vê que o adesivo do “aparelho grátis” está descolando e brinca com os funcionários da loja dizendo que esse negócio de aparelho grátis não cola mais.

 

“Simulação”

O filme começa com a montagem de uma loja de operadora de celular. Cartazes com ofertas de aparelho grátis são vistos por todos os lados, assim como plaquinhas na vitrine.  Em seguida, o locutor fala: Simulamos uma loja de telefonia para ver o que aconteceria se as operadoras falassem a verdade sobre o aparelho grátis. De repente, os vendedores começam a  atender os clientes explicando  a armadilha sobre o aparelho grátis e são surpreendidos por reações de espanto e indignação. De forma bem-humorada, o filme mostra como as operadoras não são transparentes com seus clientes com a promessa de gratuidade do aparelho, destacando que na Oi eles pagam um preço justo pelo plano e pelo aparelho.

Vale lembrar que plano é plano, aparelho é aparelho. Simples assim.

 

Leia Também

Compartilhe

nenhum comentário
    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!
Comente
  • obrigatório
  • obrigatório | não será divulgado
  • opicional | sujeito à filtro

RSS

RSS